Notícias

Trade Esportivo? Como funciona o lado estatístico nos bastidores

Bom, um ponto inicial:
A Casa de Apostas NUNCA perde!

Todas as odds de todos os mercados são calculadas exatamente sobre a probabilidade de acontecer dentro de um grande banco de dados da Plataforma. Em cada uma delas, nas chances, a banca sempre vai ganhar. O que quer dizer que a longo prazo, se um apostador quiser usar estatística para ‘vencer’ a casa de apostas, ele vai perder.

Nesse vídeo eu peguei uma (pequena) amostragem de UM mercado dentre milhares deles e fiz uns cálculos estatísticos para provar isso.
O Mercado é o de escanteios em jogos de futebol na premier leaque, e trabalhamos com um pequeno banco de dados de 235 jogos que já aconteceram , desde agosto/19.

Veja o vídeo!

Atenção1: O vídeo não tem a intenção de desanimar nenhuma pessoa que é entusiasta do mercado – e tb, nem de incentivar – a finalidade é mostrar matematicamente dentro de uma amostragem bem pequena, que (praticamente) todas as possibilidades em todas as odds favorecem a plataforma de aposta.
O que não quer dizer que o apostador não pode desenvolver outras estratégias (de preferência com eventos) para apostar nesse mercado.

Atenção2: Outro ponto é esclarecer que a lógica utilizada no Trading no mercado financeiro (B3, forex, Bitcoin,…) é diferente. Dentro de milhares de estratégias, a estatística é muito utilizada para relacionar taxa de acertos e gestão de riscos. A diferença é que não se tem uma plataforma que representa a banca e nem as odds de probabilidades atuando estatisticamente contra o trader. Outro ponto é que os dados não são tão precisos e não trabalham em um universo fechado como nos eventos esportivos, mas é possível traçar padrões de variações móveis e trabalhar com isso. Não é fácil, não é simples e requer bastante disciplina e análise de muitos dados passados, mas é possível.

Trading não funciona em uma ciência exata.
Mas pode ser feito dentro de variações probabilísticas (quem sabe exploramos isso em um outro post).

Comenta aqui: o que você acha sobre trade esportivo?

    Mais lidas da semana